quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Melech Mechaya - Making Of do "Teledisco Do Desprazer"


Fotos do Making Of do "Teledisco Do Desprazer" dos Melech Mechaya, das gravações nos dias 9 e 10 e do dia 23 de Janeiro.
Conheçam as suas músicas: http://palcoprincipal.sapo.pt/melechmechaya




















Biografia

Com estreia em palcos na noite de 10 de março 2007, os Melech Mechaya são uma banda portuguesa de música klezmer, sendo geralmente referenciados como sendo a primeira banda deste género em Portugal. Notabilizando-se pelos seus concertos festivos e interactivos, a banda toca de Norte a Sul do país logo no ano de estreia, actuando em eventos como a Festa do Avante! [1] no Seixal e no Festival de Músicas do Mundo Etnias [2] no Porto, e assina contrato de agenciamento e management com a Smog [3].

Em 2008 os Melech Mechaya vão para estúdio gravar o seu primeiro registo fonográfico, o EP homónimo lançado dia 5 de Junho [4] no Cabaret Maxime em Lisboa, e a sua digressão de mais de 30 concertos passa pelo Festival de Músicas do Mundo "Ritmus" [5] em Ponta Delgada e por 3 festivais em Espanha - Allariz, Santiago de Compostela e no Festival de Músicas do Mundo de Vilagarcia de Arousa [6].

Em 2009 voltam a estúdio para gravar o seu primeiro longa-duração, "Budja Ba", e assinam contrato de edição discográfica com a Ovação. O disco é lançado dia 13 de Junho [7] no Teatro A Comuna e a banda recebe alguma atenção mediática, com diversos artigos e em entrevistas em rádios, imprensa e televisão. A digressão leva as festas mechaya a importantes palcos como o Festival de Músicas do Mundo de Sines [8], e o festival Špancirfest na Croácia [9].

As festas de Melech Mechaya nestes 3 anos, cerca de 100 ao todo em Portugal, Espanha e Croácia, tiveram ainda lugar nos mais diversos teatros e auditórios (Guimarães, Gouveia, Guarda, Vila Real, Alcochete, Portalegre, Almada, Palmela, Estarreja, Rio Maior, Aveiro, São João da Madeira, Sines, Aula Magna em Lisboa, etc.), praças ao ar livre e festas populares (Tavira, Moita, Alhos Vedros, Lavradio, Almada, Leiria, Ponta Delgada, Nelas, Carrazeda de Ansiães, Torres Novas, Foz Côa, Arruda dos Vinhos, Caldas da Rainha, Lourinhã, Almeida, etc.) e vários festivais (Andanças, Traçadinho, Granitos Folk, Festa do Cinema Francês, Festival Todos, Feira do Artesanato, Planície Mediterrânica, Feira da Luz, etc.).

Formação

Discografia

Álbuns de Estúdio

  • Melech Mechaya (2008) (CD, edição de autor)
  • Budja Ba (2009) (CD, Ovação)

Compilações

  • Festival de Músicas do Mundo de Sines (2009) com o tema "Dança Do Desprazer"

Páginas Oficiais


Álbum com mais imagens e nomes dos actores neste Teledisco pode ser visto em:

Vitiligo

Photobucket

Deixo aqui um texto enviado de uma amiga que gostaria que lessem e até passarem para outros amigos que possam ter este problema.

Aqui vai o texto:

Numa troca de e-mails surgiu a ideia de criar um local onde os portadores desta doença pudessem trocar testemunhos e experiências. Começaremos pelos nossos testemunhos, pois não temos problemas em assumir, embora seja uma doença que afecte psicologiamente as pessoas. Ela não tem qualquer outro efeito nocivo para além desse.

Penso que todos conseguem perceber o porquê de afectar psicologicamente. Numa Sociedade em que a beleza é Imperatriz, ter a pele cheia de manchas brancas não é agradável.

Ajudem a divulgar e partilhem este blog com quem tem o mesmo problema :) http://vitiligo-derma.blogspot.com/ Espero que esta iniciativa junte pessoas e as faça encontrar mais apoio para não se sentirem sós e desamparadas.

Obrigada a todos e um abraço!

Sandra Marques

BENEFÍCIOS FISCAIS - JUSTIÇA SOCIAL

Blog - Reposição dos Benefícios Fiscais

Eu Nuno de Sousa, tenho uma prima de nome Márcia com 11 anos que ficou deficiente num acidente de viação em que a sua mãe (minha prima faleceu nesse mesmo acidente, já no ano anterior a este acidente o seu pai tinha sido atropelado, neste momento é um ser quase vegetal, dependendo dos seus pais para sobreviver, embora tenho feito alguns progressos). Neste momento a Marcia está numa numa escola especial, mais propriamente na escola C.E.C.D - Centro de Educação para o Cidadão Deficiente, situada em Mira-Sintra (Sintra), onde poderia ficar para toda a sua vida, só que agora tudo se inverteu e como os apoios que o estado dava vão acabar, a escola vai ter de fechar por falta de apoio, ou seja centenas destas crianças vão ficar sem apoio quer na educação quer a nivel de subsistência e ajuda na sua vida futura, onde vão ter de sair desta escola para serem integradas numa qualquer escola normal onde nem professores nem as próprias escolas têm condições para as integrar nas melhores condições, a minha prima nem o seu nome sabe escrever, pergunto o que vai ser destas crianças, será isto a que chamamos uma país em vias de desenvolvimento? Ou será que é só um país para alguns?
É uma vergonha o que está a acontecer neste Portugal dos nossos dias, a estas pessoas que nada podem fazer e que ainda por cima são abandonadas por quem devia olhar por elas.
Grandes governantes nós temos.
Tenho vergonha.

Peço desculpa pelo meu desabafo.
Nuno de Sousa

Amigos, não custa nada. Dois ou três segundos.

-O Governo quer retirar benefícios fiscais às pessoas com deficiência.Assine e divulgue a petição do Movimento de Trabalhadores com Deficiência contra esta medida do governo. É só clicar aqui http://www.petitiononline.com/mtpd/petition.html

Passe a mensagem à sua lista de e-mails por favor.

ObrigadoMais informação em:

http://mtpd.blogspot.com/

http://opaisdoburro.blogspot.com/