sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

APADIMP – Associação de Pais e Amigos dos Diminuídos Mentais de Penafiel - Lançamendo do CD dia 16 de Dezembro de 2007

Lançamento de CD PDF Imprimir e-mail

 É uma iniciativa audaz que apesar de ainda não ter estreado, já está a dar frutos pois está a envolver a sociedade penafidelense, principalmente as camadas mais jovens e todos aqueles que participam na elaboração deste CD. Pretende dar a conhecer à sociedade que a deficiência existe, que não tem que estar escondida, e que apesar dos
nossos jovens estarem inseridos numa "escola especial" situada num cantinho da cidade, estão também inseridos numa sociedade que precisa de se "habituar" à deficiência e saber como lidar com ela.

NOME:
APADIMP - Associação de Pais e Amigos dos Diminuídos Mentais de Penafiel


HISTÓRIA:

A APADIMP é uma instituição particular de utilidade pública, sedeada
em Penafiel.
O seu objectivo principal é promover a educação e integração do
deficiente mental na sociedade. Surgiu em 1980 com unidade de
atendimento sócio-educativa para crianças e jovens portadoras de
deficiência mental. Mais tarde alargou o seu âmbito de acção para
outras valências.

Actualmente possui cinco valências:
Sócio Educativo (46 Alunos):
Este sector dá resposta a alunos em idade escolar (entre os 6 e os 18
anos), com acordo com o Ministério da educação.
Centro de Actividades Ocupacionais
Dá resposta a jovens/adultos após a idade escolar com actividades
socialmente úteis e actividades estritamente ocupacionais.
Intervenção Precoce (11 crianças)
Apoia crianças dos 0 aos 6 anos de idade com o objectivo de dar
competências às famílias para uma melhor estimulação à criança para
que esta evolua correctamente durante o se desenvolvimento.
Formação Profissional (20 Formandos)
Procura dar formação a jovens /adultos com deficiência mental e
enquadra-los no mercado de trabalho. Neste momento estão a decorrer os
cursos:
Auxiliar de Jardinagem
Auxiliar de Limpeza de Interior e exterior
Lar Residencial (12 Utentes)
A nossa mais recente valência iniciou em Maio/2007, procura dar apoio
a pessoas com deficiência mental sem qualquer retaguarda familiar.
Este lar tem a capacidade para 12 utentes.

QUE ACTIVIDADES DESENVOLVE:

Pré - Escolar; Ensino Básico; Fisioterapia; Terapia Ocupacional;
Terapia da Fala; Desporto Adaptado; Educação Social; Hidroterapia;
Actividades de Estimulação Multi-Sensorial (SNOEZELEN); Actividades de
Vida Diária; Psicologia; Serviço Social.

ONDE E COMO FUNCIONA:

A APADIMP funciona na sua sede na Quinta de Milhundos em Penafiel,
terreno este oferecido pela Câmara Municipal de Penafiel em Julho de
1989. As primeiras obras de construção das novas instalações sociais
terminaram em princípios de 1997, tendo sido inaugurada em Maio desse
ano pelo Ministro da Solidariedade e Segurança social Dr. Eduardo Luís
Ferro Rodrigues.
Esta Associação sobrevive com subsídios do Ministério da
Educação, Segurança Social, donativos particulares quer em espécie ou em
numerário e quotas dos seus cerca de 1200 associados.

SOBRE ESTA INICITIVA:

É uma iniciativa audaz que apesar de ainda não ter estreado, já está a
dar frutos pois está a envolver a sociedade penafidelense,
principalmente as camadas mais jovens e todos aqueles que participam
na elaboração deste CD. Pretende dar a conhecer à sociedade que a
deficiência existe, que não tem que estar escondida, e que apesar dos
nossos jovens estarem inseridos numa "escola especial" situada num
cantinho da cidade, estão também inseridos numa sociedade que precisa
de se "habituar" à deficiência e saber como lidar com ela.

COMO SURGIU A IDEIA:

Esta ideia surgiu de uma conversa entre um associado desta
Instituição- Daniel Bessa (ligado deste sempre ao mundo da música) e o
Dr. Almiro Mateus (Presidente da Associação). Posteriormente, Daniel
Bessa junta Rui Pintado (estúdios Indústria Rock) e Pedro (Gráfica
Sameiro) para em conjunto elaborarem um trabalho discográfico a sair
no final de 2007. A partir desse momento o desafio estava lançado e
com o compromisso de que o valor da venda dos CD's reverteria na
TOTALIDADE para a APADIMP.


QUEM PARTICIPOU:
Letra e Música: José Monteiro; Vozes: Mónica Barbosa, Andreia Ribeiro,
Helena Arriscado e Alunos da Apadimp; Músicos: André Ramos (Piano,
Sintetizador e Flauta Transversal); Rui Pintado (Baixo, Sintetizador e
Programações); Produção e Gravação: Indústria Rock por Rui Pintado;
Mistura e Masterização: Indústria Rock por Paulo Pintado; Concepção
Gráfica (Capa e Rodela): Bruno Santos; Execução Gráfica: Gráfica
Sameiro por Pedro; Fotografia e Multimédia: Hugo Pacheco e Pedro;
Assistência de Produção e Coordenação Geral: Daniel Bessa.

Apoios: DANY - Penafiel, Indústria Rock e Gráfica Sameiro.


QUANDO É QUE O CD ESTÁ PRONTO:

16 Dezembro


QUAIS AS MÚSICAS:

Nome do CD - "Para o Longe ficar Perto"

Músicas:
1. Para o Longe ficar Perto; 2. A Todo o Vapor; 3. A Escolha;
4. Os Presentes. Bónus track. Faixa Multimédia/Fotos.



QUANTO VAI CUSTAR O CD E ONDE/COMO AS PESSOAS PODEM ADQUIRI-LO:

Vai ter o preço de 10 Euros
Pode ser adquirido em vários lojas do Centro da Cidade de Penafiel
(Comércio tradicional e Grandes Superfícies), na APADIMP, na DANY,
através do "hi5" e do site.

PARA É QUE AS VENDAS REVERTEM:

O valor apurado na venda dos Cd's é para a ajuda na aquisição de
um Veículo adaptado principalmente para o transporte casa - escola dos
nossos alunos / utentes assim como para as diversas actividades ao
exterior. A Instituição actualmente possui cerca de 160 utentes e
neste momento das três carrinhas que possuímos, duas já estão a
precisar urgentemente de ser substituídos.


CONTACTOS:

255 710 980 (APADIMP)

96 335 25 10 (Daniel Bessa)

http://www.apadimp.com/

http://apadimp.hi5.com/


EM REPRESENTAÇÃO DA APADIMP (TV):

Almiro Mateus (Presidente da APADIMP)
Cristina Malheiro (APADIMP)
Daniel Bessa (Responsável pelo projecto - "Para o Longe ficar Perto)

3 comentários:

Elba disse...

O seu Blog é lindo, coloquei um link dele no meu Blog e tive a audácia de colocar uma foto sua lá.Parabéns! Um abraço.

Anónimo disse...

Parabens pela bonita iniciativa e pela divulgaçao, bonito gesto.

Eu

Leila disse...

Olá, Nuno,

Estivemos juntos no blog da Flavinha. Odele nos uniu, fotografia e texto. O nascimento da Monarca deu vida ao pequeno texto-desejo que escrevi para nossa menina.

Estive em Portugal no ano em que nosso Saramago recebeu o Nobel de Literatura. Estava em Coimbra, participando de um encontro de Literatura Portuguesa. Foi emocionante ver os povos de todos os países irmãos, de pé, ovacionando o autor por cerca de 30 minutos. Senti-me premiada, acredite.

Gostaria de, daqui a poucos dias, adquirir o CD - Para o Longe Ficar Perto. Necessito apenas de completar a mudança que acontecerá no próximo 4 de março. Sairei do Acre, na Amazônia, para fixar-me na Bahia, no nordeste.

Parabenizo o amigo pela beleza do blog e pelas iniciativas que fivulga.

Um grande abraço

Leila Jalul

Vitiligo

Photobucket

Deixo aqui um texto enviado de uma amiga que gostaria que lessem e até passarem para outros amigos que possam ter este problema.

Aqui vai o texto:

Numa troca de e-mails surgiu a ideia de criar um local onde os portadores desta doença pudessem trocar testemunhos e experiências. Começaremos pelos nossos testemunhos, pois não temos problemas em assumir, embora seja uma doença que afecte psicologiamente as pessoas. Ela não tem qualquer outro efeito nocivo para além desse.

Penso que todos conseguem perceber o porquê de afectar psicologicamente. Numa Sociedade em que a beleza é Imperatriz, ter a pele cheia de manchas brancas não é agradável.

Ajudem a divulgar e partilhem este blog com quem tem o mesmo problema :) http://vitiligo-derma.blogspot.com/ Espero que esta iniciativa junte pessoas e as faça encontrar mais apoio para não se sentirem sós e desamparadas.

Obrigada a todos e um abraço!

Sandra Marques

BENEFÍCIOS FISCAIS - JUSTIÇA SOCIAL

Blog - Reposição dos Benefícios Fiscais

Eu Nuno de Sousa, tenho uma prima de nome Márcia com 11 anos que ficou deficiente num acidente de viação em que a sua mãe (minha prima faleceu nesse mesmo acidente, já no ano anterior a este acidente o seu pai tinha sido atropelado, neste momento é um ser quase vegetal, dependendo dos seus pais para sobreviver, embora tenho feito alguns progressos). Neste momento a Marcia está numa numa escola especial, mais propriamente na escola C.E.C.D - Centro de Educação para o Cidadão Deficiente, situada em Mira-Sintra (Sintra), onde poderia ficar para toda a sua vida, só que agora tudo se inverteu e como os apoios que o estado dava vão acabar, a escola vai ter de fechar por falta de apoio, ou seja centenas destas crianças vão ficar sem apoio quer na educação quer a nivel de subsistência e ajuda na sua vida futura, onde vão ter de sair desta escola para serem integradas numa qualquer escola normal onde nem professores nem as próprias escolas têm condições para as integrar nas melhores condições, a minha prima nem o seu nome sabe escrever, pergunto o que vai ser destas crianças, será isto a que chamamos uma país em vias de desenvolvimento? Ou será que é só um país para alguns?
É uma vergonha o que está a acontecer neste Portugal dos nossos dias, a estas pessoas que nada podem fazer e que ainda por cima são abandonadas por quem devia olhar por elas.
Grandes governantes nós temos.
Tenho vergonha.

Peço desculpa pelo meu desabafo.
Nuno de Sousa

Amigos, não custa nada. Dois ou três segundos.

-O Governo quer retirar benefícios fiscais às pessoas com deficiência.Assine e divulgue a petição do Movimento de Trabalhadores com Deficiência contra esta medida do governo. É só clicar aqui http://www.petitiononline.com/mtpd/petition.html

Passe a mensagem à sua lista de e-mails por favor.

ObrigadoMais informação em:

http://mtpd.blogspot.com/

http://opaisdoburro.blogspot.com/