domingo, 10 de maio de 2009

Chegada a Gibraltar - Parte 1

Gibraltar é um território britânico ultramarino localizado no extremo sul da Península Ibérica. Corresponde a uma pequena península, com uma estreita fronteira terrestre a norte, é limitado, dos outros lados, pelo Mar Mediterrâneo, Estreito de Gibraltar e Baía de Gibraltar, já no Atlântico. A Espanha mantém a reivindicação sobre o Rochedo, o que é totalmente rejeitado pela população gibraltina.

O nome Gibraltar origina-se na expressão árabe jabal al-Tariq (ﺨﺒﻝﻄﺭﻕ) que significa "montanha do Tarique". A montanha, um promontório militarmente estratégico na entrada do mar Mediterrâneo, guarnece o estreito oceânico que une a África ao continente europeu. O nome é uma homenagem ao general muçulmano Tariq ibn Ziyad que no ano de 711 d.C. aí desembarcou, iniciando a conquista do reino visigótico.

Antes foi chamado pelos fenícios de Calpe, uma das Colunas de Hércules. Popularmente, Gibraltar é chamada de "Gib" ou "The Rock" (o Rochedo).

História

Uma força anglo-neerlandesa liderada por Sir George Rooke apoderou-se de Gibraltar em 1704. O território foi cedido à Grã-Bretanha pela Espanha no Tratado de Utrecht em 1713, como parte do pagamento da Guerra da Sucessão Espanhola. Nesse tratado, Espanha cedeu à Inglaterra "... a total propriedade da cidade e castelo de Gibraltar, junto com o porto, fortificações e fortes ... para sempre, sem qualquer exceção ou impedimento."

Apesar de tudo, o tratado de cessão estipula que nenhum comércio por terra entre Gibraltar e a Espanha deve ocorrer, exceto para provisões emergenciais no caso de Gibraltar não conseguir ser abastecida por mar. Uma condição especial nesse tratado é que "nenhuma permissão deve ser dada sob qualquer pretexto, tanto a judeus quanto a mouros, para morarem ou terem residência na dita cidade de Gibraltar". Esta restrição foi rapidamente ignorada, e por muitos anos tanto judeus quanto árabes moraram pacificamente em Gibraltar. Numa cláusula de reversão, se a coroa britânica quiser abandonar Gibraltar, deve oferecê-la primeiro à Espanha.

Num referendo de 1967, a população de Gibraltar ignorou a pressão espanhola e votou maciçamente por permanecer uma dependência britânica. Mais recentemente, num segundo referendo que ocorreu em novembro de 2002, 99% dos votantes rejeitaram qualquer proposta de partilha de soberania entre o Reino Unido e a Espanha. No entanto, os gibraltinos têm buscado um status mais avançado e um relacionamento com o Reino Unido que reflita o presente nível de auto-governo. Uma nova constituição para o território foi submetida a aprovação.


Política

Gibraltar é um dos territórios britânicos ultramarinos, e o poder executivo de Gibraltar é partilhado pelo Governador, designado pelo monarca do Reino Unido, e pelo seu governo autónomo, presidido por um Ministro Principal. Desde a adopção das cartas constitucionais de 1969 e de 2006, este último desenvolveu a sua autonomia em diversos aspectos, embora os assuntos de defesa, relações externas, segurança interna e finanças sejam competências reservadas ao Governador de Gibraltar.

Geografia

Gibraltar é uma pequena península localizada no sul da Península Ibérica, com uma superfície de 6.5 km², limitada a norte por uma estreita fronteira terrestre com Espanha e, dos outros lados, pelo Mar Mediterrâneo, Estreito de Gibraltar e Baía de Algeciras, com 12 km de linha de costa.

O seu aspecto é de um promontório com 426 m de altitude e o seu clima é mediterrânico, com invernos suaves e verões quentes.



Economia

Uma vez que Gibraltar não possui recursos agrícolas nem minerais, os seus habitantes, na maior parte, ganham a vida graças ao porto, às docas e às bases da NATO. As principais actividades económicas são as reparações navais, o abastecimento aos navios, as indústrias alimentares e de bebidas, o turismo, o comércio e os serviços de reexportação.

Embora a presença naval britânica em Gibraltar tenha diminuído muito desde o seu auge, antes da Segunda Guerra Mundial, o estreito de Gibraltar é uma das mais frequentadas vias marítimas do Mundo, com a passagem de um navio a cada seis minutos.


Curiosidades

  • Gibraltar é o único local no continente europeu onde existem macacos em liberdade.
  • O aeroporto de Gibraltar é o unico aeroporto do mundo que é cortado por uma estrada, e que faz ser um dos aeroportos mais perigosos do mundo.

Ligações externas


No post seguinte continuaremos por Gibraltar...

30 comentários:

Osvaldo disse...

Caro amigo Nuno;

Maravilhoso documento jornalistico e histórico e lindamente ilustrado por belíssimas fotos.

O "Rochedo" impressiona sempre quem o vê por mar e ao nos aproximar-mos sentimos que embora estejamos na Europa, respira-se cultura britânica...

Cá estarei para o capítulo seguinte...

Um abraço,
Osvaldo

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDO NUNO, MAGNÍFICO DECUMENTÁRIO AMIGO...QUER DE FOTOS QUER O TEXTO... SIMPLESMENTE DIVINO... ABRAÇOS DE AMIZADE,
FERNANDINHA

Chris disse...

RELATO DE UMA VIAGEM A DOIS...seria um nome sujestivo para o que acabei de ver e ler.
Um belo trabalho de pesquisa e fotografia.
Quase parece que acabamos de fazer este percurso contigo.
Beijo gordo

Angel of Light disse...

Olá amigo Nuno!

Bem, com uma reportagem destas, até parece que fomos no cruzeiro contigo!

Devem ter sido uns dias fantásticos.

Beijinhos de Amor e Luz!

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Adorei!
Parece reportagem de boas revistas, seus textos, suas fotos.
Vou adorar esta viagem...
Conheço Gibaltrar mas aqui está lindo de mais, são seus olhos de artista, sua percepção.
espero ver toda sua viagem
beijosssssssssssssss

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

FANTÁSTICO!

©tossan disse...

Sabe Nuno, eu só copio coisas boas, vou fazer um cruzeiro! Belíssimas imagens permite o teu imenso olhar! Abraço e continue...

Anónimo disse...

Belas fotos, momentos, cores e paisagens e um belo trabalho de pesquisa, quanta cultura geral, parabens, bjs

Eu

gotadevidro disse...

Deveras interessante esta reportagem.

Inúmeras informações sobre Gibraltar que realmente não estava a par.

Claro que as fotos sempre belas saídas da mão de um mestre.

Uma boa semana

Um beijinho para ti e parabéns

GarçaReal disse...

Sempre bom quando as férias são em pleno e deixam boas recordações.

Fotos lindas para no futuro recordar...Fico a aguardar as próximas.

Boa semana

Bjgrande do Lago

:)

Arabica disse...

Nuno, bm trabalho de campo! :)

Emborajá lá tivesse estado perto, nunca lá fui.


Esse mar azul, tão azul!


Boa semana, beijos

Cris Vieira disse...

Maravilhosas fotos, belo trabalho. Parabéns!!

Vict9r disse...

É pá essa ferias sao de meter inveja....

Venha de lá essas fotos

abraço


Victor

aa disse...

Belas fotos acompanhadas de muita informação útil... Obrigado pela partilha...
Boa semana!
Beijos,

AA

Gata Verde disse...

Não foste atacado pelos macacos gulosos em Gilbraltar??
;)

Belas fotos

- ficacomigo. disse...

Boa noite :)

Sem dúvida alguma que adoro as suas fotografias, são realmente fantásticas e acredito que davam um maior brilho aos meus textos.
Mas eu também tenho uma grande paixão por fotografia, e como deve calcular tenho inúmeras fotografias. O único motivo que me impõe de colocá-las no blogue é que eu quero manter este blog anónimo, e muitas pessoas já conhecem as minhas fotografias através de alguns sites.

Mas com certeza que vou investir em mais uns grandes cliques para poder publicar juntamente com os meus textos :D

Tatiana disse...

Meu querido Amigo Nuno...
além de belíssimas fotos seu blog é pura cultura!

Um beijo com meu enorme carinho e admiração!

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Passando para desejar uma ótima semana, cheia de belas imagens.
tenho novidades por lá.
beijos e uma boa semana.

Nilson Barcelli disse...

Depois de ler este post fiquei a perceber que pouco sabia de Gibraltar...
Obrigado pela partilha.
E pelas fotos, muito boas.
Abraço.

Elisabete disse...

Adorei fazer esta viagem virtual :) Permitiu-me sonhar, imaginar e sentir outros mundos, outras cores, outros aromas, outras sensações...
O texto e as tuas fotos permitem tudo isto e muito mais...Excelente!

Um beijo

Carla disse...

imagens fantásticas e um texto bem esclarecedor
estou a adorar perder-me na tuas fotos
beijos e fico à espera de mais

Sandra Rocha disse...

Se é para pores o pessoal cheio de inveja pronto já conseguiste :D
Fantástica reportagem, por acaso não apanhaste nenhum macaco :D

Beijokas grandes.

Ana Lúcia Porto disse...

Como já lhe disse antes, que delícia de viagem, ainda mais, estando na companhia de sua mulher. Amor é isso, compartilhar sempre...
Fez um cruzeiro muito interresante, além de bonito e delicioso...
Permita-lhe dizer, meu amigo, que saber mais sobre Gibraltar, me trouxe doces recordações, pois assim como você, costumo viajar pesquisando o máximo sobre os lugares por onde irei passar. Diferente não foi em relação à Europa, incluindo a bela Lisboa (creio que já comentei que estive aí, a você = foto do bondinho), em 1999...
Doces lembranças me trouxe pela peculiar pesquisa... Que bom..., fico feliz!!
Beijossss,
Ana Lúcia.
PS: Obrigada pela visita, você é muito agradável...

Paulo Demétrio disse...

Belissimas fotos !!

Fernando Santos (Chana) disse...

Caro amigo, belas fotos...Espectacular....
Um abraço

tulipa disse...

OLÁ "PADRINHO"

MEU AMIGO...ESTOU A PENSAR SE HEI-DE FAZER ESTA EXCURSÃO, que acabas de aqui explicar todo o seu percurso.
MAS...
PARECE-ME QUE NÃO VOU...
TENHO FOBIA DAS ALTURAS E....
SUBIR ATÉ LÁ ACIMA...
nem pensar!!!
Depois...escreveste:
Vamos descer para a parte baixa percorrendo as serpenteantes estradas para chegar à rua principal.

Que te hei-de dizer?
Já conheço Gibraltar, por ter passado perto de barco na travessia para Algeciras, por 4 vezes...estive em terreno de Gibraltar quando lá fui de carro.
Por isso...mais uma vez vou estar em Gibraltar...
Mas...com uma reportagem destas, TÃO COMPLETA, não me resta nada para depois eu escrever sobre o meu cruzeiro...
Bela reportagem.
Parabéns!!!

Remus disse...

Eu já sei que nos próximo dias vou "sofrer" ao ver as estas fotografias. O que me dá ânimo é que daqui a pouco mais de um mês, já estou de férias. :-)

Boa reportagem fotográfica e escrita.

Angel of Light disse...

Já fui espreitar as fotos de Casablanca... estão lindíssimas!!! Que sonho...

Beijinhos de Amor e Luz!

missixty disse...

Estão maravilhosas as fotos! Deves-te ter divertido imenso...que inveja!
beijinhos

o Nosso cAstelo disse...

desde q fui picada pela tua abelhinha q fiquei inspirada nas cores das flores...hihiih...estou a brincar!já sabes quem sou?bj e noite feliz (schiuuu)

Vitiligo

Photobucket

Deixo aqui um texto enviado de uma amiga que gostaria que lessem e até passarem para outros amigos que possam ter este problema.

Aqui vai o texto:

Numa troca de e-mails surgiu a ideia de criar um local onde os portadores desta doença pudessem trocar testemunhos e experiências. Começaremos pelos nossos testemunhos, pois não temos problemas em assumir, embora seja uma doença que afecte psicologiamente as pessoas. Ela não tem qualquer outro efeito nocivo para além desse.

Penso que todos conseguem perceber o porquê de afectar psicologicamente. Numa Sociedade em que a beleza é Imperatriz, ter a pele cheia de manchas brancas não é agradável.

Ajudem a divulgar e partilhem este blog com quem tem o mesmo problema :) http://vitiligo-derma.blogspot.com/ Espero que esta iniciativa junte pessoas e as faça encontrar mais apoio para não se sentirem sós e desamparadas.

Obrigada a todos e um abraço!

Sandra Marques

BENEFÍCIOS FISCAIS - JUSTIÇA SOCIAL

Blog - Reposição dos Benefícios Fiscais

Eu Nuno de Sousa, tenho uma prima de nome Márcia com 11 anos que ficou deficiente num acidente de viação em que a sua mãe (minha prima faleceu nesse mesmo acidente, já no ano anterior a este acidente o seu pai tinha sido atropelado, neste momento é um ser quase vegetal, dependendo dos seus pais para sobreviver, embora tenho feito alguns progressos). Neste momento a Marcia está numa numa escola especial, mais propriamente na escola C.E.C.D - Centro de Educação para o Cidadão Deficiente, situada em Mira-Sintra (Sintra), onde poderia ficar para toda a sua vida, só que agora tudo se inverteu e como os apoios que o estado dava vão acabar, a escola vai ter de fechar por falta de apoio, ou seja centenas destas crianças vão ficar sem apoio quer na educação quer a nivel de subsistência e ajuda na sua vida futura, onde vão ter de sair desta escola para serem integradas numa qualquer escola normal onde nem professores nem as próprias escolas têm condições para as integrar nas melhores condições, a minha prima nem o seu nome sabe escrever, pergunto o que vai ser destas crianças, será isto a que chamamos uma país em vias de desenvolvimento? Ou será que é só um país para alguns?
É uma vergonha o que está a acontecer neste Portugal dos nossos dias, a estas pessoas que nada podem fazer e que ainda por cima são abandonadas por quem devia olhar por elas.
Grandes governantes nós temos.
Tenho vergonha.

Peço desculpa pelo meu desabafo.
Nuno de Sousa

Amigos, não custa nada. Dois ou três segundos.

-O Governo quer retirar benefícios fiscais às pessoas com deficiência.Assine e divulgue a petição do Movimento de Trabalhadores com Deficiência contra esta medida do governo. É só clicar aqui http://www.petitiononline.com/mtpd/petition.html

Passe a mensagem à sua lista de e-mails por favor.

ObrigadoMais informação em:

http://mtpd.blogspot.com/

http://opaisdoburro.blogspot.com/