sexta-feira, 29 de maio de 2009

Mesquita Hassan II - Exterior (Parte 1)


A majestosa Mesquita Hassan II, a maior de Marrocos e a 2ª maior do mundo, ergue sobre o mar e que possuiu o mais alto minarete do mundo (com 200 metros de altura), tem apenas 19 anos de idade. Datada de 1989 tornou-se a principal atracção da cidade e um marco na arquitectura islâmica, os arquitectos fizeram da arte magia e instalaram um sistema hidráulico no tecto, fazendo com que este se abra e a madeira pintada dê lugar ao céu magrebino.



Na construção desta mesquita foram utilizadas as mais modernas técnicas científicas aplicadas à arquitectura, nomeadamente o laser e a computação gráfica.

De salientar, é também o facto de 2/3 desta construção estarem em cima do oceano e só o restante em terra firme

A mesquita pode albergar no seu interior cerca de 25.000 fiéis e o recinto exterior, incluindo as arcadas 75.000.

É um recinto sagrado para 100.000 pessoas orarem e estudarem.

O tecto é duplo, e a parte de cima abre do meio para os lados permitindo deste modo a entrada de luz natural.

O minarete, com 200m de altura, é encimado por um potente raio laser que serve simultaneamente para dar a orientação de Meca e à noite indicar a entrada do porto de Casablanca.

Os portões com cerca de 5m de altura, talvez um pouco mais, são de titânio e a ferramente utilizada para fazer a decoração foi o laser orientado por computador.









Minarete

Um elemento comum às mesquitas é o minarete, uma torre alta e delgada geralmente situada num dos cantos da estrutura da mesquita. O minarete é geralmente o ponto mais alto da mesquita e muitas vezes o ponto mais alto na área onde a mesquita se situa. O minarete mais alto do mundo é o da Mesquita Hassan II em Casablanca, Marrocos.

É através do minarete, cuja altura superior às casas que o rodeiam tem a função prática de fazer chegar mais facilmente aos fiéis a voz do muezim que os chama para as cinco orações diárias. Às vezes, numa ou outra oportunidade, os minaretes assumiram também uma função simbólico-política, como a de afirmação da superioridade do Islã sobre as outras religiões.

Em muitos países onde os muçulmanos não constituem a maioria da população, as mesquitas não estão autorizadas a emitir em tom alto a chamada à oração (adhan).


A seguir a 2ª parte com mais imagens desta fantástica mesquita (Exterior)

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Chegada a Casablanca ao nascer do sol

Chegada a Casablanca

Casablanca e em fundo a grande mesquida Hassan II onde se nota a sua grande torre ou minarete que é o mais alto do mundo com 210mts de altura.


Nascer do sol à entrada do porto de Casablanca




Porto de casablanca




Próxima paragem de imagens: Mesquita Hassan II em Casablanca

quinta-feira, 14 de maio de 2009

OUTRAS IMAGENS COLOCADAS NOUTROS BLOGUES



Fotos vindas de Casablanca


Podem ver algumas imagens vindas de Casablanca - Marrocos no seguinte site:

http://renascimentolusitano.blogspot.com/2009/05/vidas-em-casablanca-marrocos.html


1º Passeio fotográfico organizado pela Junta de Freguesia S. João de Brito


Links com fotos desse passeio:

http://jf-sjbritofotos.blogspot.com/


http://lisboasos.blogspot.com/2009/05/sao-joao-de-brito-o-olhar-de-nuno-de.html


Gibraltar - Parte 2


Estreito de Gibraltar

O estreito de Gibraltar é uma separação natural entre o Mar Mediterrâneo e o Oceano Atlântico, e entre dois continentes - Europa e África. Ao norte, encontram-se a Espanha e o território britânico ultramarino de Gibraltar; ao sul, Marrocos e Ceuta, enclave espanhol no norte de África. A soberania sobre Gibraltar, é disputada entre Espanha e Grã-Bretanha.

Trata-se da única abertura entre o Mediterráneo e o oceano Atlântico, e situa-se entre o Mar de Alborão, na parte ocidental do Mediterrâneo, e o golfo de Cádiz, no Atlântico. Abarca desde a linha Gibraltar-Ceuta até a linha cabo Espartel-cabo Trafalgar

Do ponto de vista geológico, o estreito de Gibraltar resultou da fissura das duas placas tectônicas: a Placa Euroasiática e a Placa Africana.

A profundidade do estreito varia entre aproximadamente 280 m, no Umbral de Camarinal, e quase 1000 m, nas proximidades da Baía de Algeciras. A largura mínima é de 14,4 km, entre Punta de Oliveros, em Espanha, e Punta Cires, em Marrocos.

Em poucos lugares do mundo se observam tantos contrastes sociais em uma distância tão curta. A parte espanhola está protegida Pelo Parque Natural do Estreito.

Através do Estreito de Gibraltar ocorre o intercâmbio de águas entre o Atlântico e o Mar Mediterrâneo: as águas superficiais, relativamente frias e pouco salinas, provenientes do Atlântico, entram no Mar de Alborão, sobrepondo-se às águas profundas, mais quentes e salinas, que retornam do Mediterrâneo. As correntes são fortes e variam ao longo do dia, sendo causa de frequentes acidentes de navegação.


Excursão aos Golfinhos
(Excursões Pulmantur - Jóias do Atlântico)

Uma experiência realmente inesquecível para pessoas de todas as idades! Desde o porto realizaremos um breve trajecto de autocarro até ao lugar no qual nos aguarda o nosso cruzeiro de recreio. A bordo do mesmo iremos à procura do animal mais popular do planeta, além de desfrutar de uma das baías mais espectaculares e carregadas de história do mundo. Todos os ingredientes para uma travessia inesquecível a bordo do "Dolphin World", o melhor barco de Europa para avistar golfinhos. O Dolphin World está completamente equipado para o estudo dos cetáceos na baía e do estreito de Gibraltar, a um passo da costa africana. Regressaremos ao barco.
Foi a excursão que fiz mas nem um tivemos o prazer de ver :-(



O melhor de Gibraltar em excursão
(Excursões Pulmantur - Jóias do Atlântico)

Desde o porto, iniciaremos o nosso percurso em direcção à pista do aeródromo, até chegar à fronteira que separa Espanha do Reino Unido. Continuaremos até ao ponto mais meridional de Gibraltar, Ponta da Europa, onde se encontra o único farol da Trinity House Lighthouse que se pode contemplar fora da Grã Bretanha. De seguida, subiremos à parte mais alta do Rochedo para visitar as galerias superiores ou Túneis do Grande Assédio, consistente numa rede de túneis escavados na rocha caliça viva. Após um breve trajecto vamos visitar as primeiras edificações construídas pelos ingleses em Gibraltar e que na actualidade albergam a exposição "Gibraltar, uma cidade assediada". Nesta exposição vamos conhecer as privações que suportaram os habitantes do Rochedo nas épocas de escassez provocadas pelas implacáveis assédios que fracassaram na tentativa por reconquistar Gibraltar, a porta do Mediterrâneo. Não muito longe de lá encontra-se o Castelo Moro, construído em 1333. Vamos descer para a parte baixa percorrendo as serpenteantes estradas para chegar à rua principal.




Saída de Gibraltar a caminho da próxima paragem - Casablanca em Marrocos

Vitiligo

Photobucket

Deixo aqui um texto enviado de uma amiga que gostaria que lessem e até passarem para outros amigos que possam ter este problema.

Aqui vai o texto:

Numa troca de e-mails surgiu a ideia de criar um local onde os portadores desta doença pudessem trocar testemunhos e experiências. Começaremos pelos nossos testemunhos, pois não temos problemas em assumir, embora seja uma doença que afecte psicologiamente as pessoas. Ela não tem qualquer outro efeito nocivo para além desse.

Penso que todos conseguem perceber o porquê de afectar psicologicamente. Numa Sociedade em que a beleza é Imperatriz, ter a pele cheia de manchas brancas não é agradável.

Ajudem a divulgar e partilhem este blog com quem tem o mesmo problema :) http://vitiligo-derma.blogspot.com/ Espero que esta iniciativa junte pessoas e as faça encontrar mais apoio para não se sentirem sós e desamparadas.

Obrigada a todos e um abraço!

Sandra Marques

BENEFÍCIOS FISCAIS - JUSTIÇA SOCIAL

Blog - Reposição dos Benefícios Fiscais

Eu Nuno de Sousa, tenho uma prima de nome Márcia com 11 anos que ficou deficiente num acidente de viação em que a sua mãe (minha prima faleceu nesse mesmo acidente, já no ano anterior a este acidente o seu pai tinha sido atropelado, neste momento é um ser quase vegetal, dependendo dos seus pais para sobreviver, embora tenho feito alguns progressos). Neste momento a Marcia está numa numa escola especial, mais propriamente na escola C.E.C.D - Centro de Educação para o Cidadão Deficiente, situada em Mira-Sintra (Sintra), onde poderia ficar para toda a sua vida, só que agora tudo se inverteu e como os apoios que o estado dava vão acabar, a escola vai ter de fechar por falta de apoio, ou seja centenas destas crianças vão ficar sem apoio quer na educação quer a nivel de subsistência e ajuda na sua vida futura, onde vão ter de sair desta escola para serem integradas numa qualquer escola normal onde nem professores nem as próprias escolas têm condições para as integrar nas melhores condições, a minha prima nem o seu nome sabe escrever, pergunto o que vai ser destas crianças, será isto a que chamamos uma país em vias de desenvolvimento? Ou será que é só um país para alguns?
É uma vergonha o que está a acontecer neste Portugal dos nossos dias, a estas pessoas que nada podem fazer e que ainda por cima são abandonadas por quem devia olhar por elas.
Grandes governantes nós temos.
Tenho vergonha.

Peço desculpa pelo meu desabafo.
Nuno de Sousa

Amigos, não custa nada. Dois ou três segundos.

-O Governo quer retirar benefícios fiscais às pessoas com deficiência.Assine e divulgue a petição do Movimento de Trabalhadores com Deficiência contra esta medida do governo. É só clicar aqui http://www.petitiononline.com/mtpd/petition.html

Passe a mensagem à sua lista de e-mails por favor.

ObrigadoMais informação em:

http://mtpd.blogspot.com/

http://opaisdoburro.blogspot.com/