terça-feira, 30 de setembro de 2008

"A Minha Geração"

Catarina Furtado está de volta à RTP1 com um talk show para conduzir um programa que mistura história da música portuguesa com interpretação.
Teve a sua estreia no Domingo, dia 28 Setembro de 2008

"A Minha Geração" tem como base os grandes acontecimentos históricos desde 1960 até ao presente, recorrendo a imagens de arquivo para melhor contextualização do público. O fio condutor é a música-entendida como forma privilegiada de identificação de diferentes gerações-apresentada década a década, e organizada em torno dos temas culturais, políticos, sociais ou científicos mais marcantes de cada uma das décadas em causa. É também objectivo deste projecto apresentar testemunhos pessoais de quem tenha tido a oportunidade de viver alguns momentos mais importantes dos últimos 50 anos.

Bananarama


Catarina Furtado nas suas entrevistas

Grupo de Baile

Taxi

UHF

Cantores fixos do programa "A Minha Geração"





Corpo de Baile


Um abraço ao camaramen que andava por perto fazendo o seu trabalho bem complicado filmando e correndo de um lado para o outro.



quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Mãe de Flavia na TV RECORD


Para quem não viu a participação da minha amiga Odele (mãe da Flavia que se encontra em coma há mais de 10 anos), no programa "O Melhor do Brasil" que foi exibido no dia 02 de Agosto na TV Record, aqui está um dos vídeos que circulam no You Tube.




Um video comovente e que vale a pena ser visto e que deixo aqui no meu Blog com todo o carinho e admiração pela Odele e sua filhota Flavia.
Um beijo em ambas,

sábado, 6 de setembro de 2008

Workshop “FOTOGRAFIA DE ESPECTÁCULO”,

Fotos tiradas na peça de Teatro:
"Os Dias Arrastam-se e as Noites Também"



Encenação: José Peixoto
Tradução: Mário Jacques
Intérpretes: Daniel Martinho, Elsa Valentim e Jorge Silva
Banda Sonora: Jorge Silva e Rui Rebelo
Saxofone: Paulo Curado
Produção: Teatro do Aloés





Um homem em busca da serenidade desembarca no apartamento de um casal à beira da ruptura. Deus? Um estrangeiro? Um desconhecido? Terá ele a função de desencadear o confronto latente e revelar aos outros os seus destinos ou é personagem envolvida na trama dos acontecimentos não saindo dela ileso? Um confronto de pessoas ou um confronto de culturas? A Europa não está preparada para assimilar África e por isso a estranha personagem permanece “O Desconhecido”? Ou o estranho desconhecido rejeita a Europa que não o compreende e continua a olhar para ele com estranheza? Um abismo entre a declaração de intenções e os factos? Dois mundos que se ignoram? O absurdo marcou encontro com o humor, mas depois desse encontro nada será como dantes.


Léandre – Alain Baker - Autor, actor e encenador nasceu em 1960 em Bangui no Congo. Faz estudos cinematográficos em Paris. Este seu texto foi criado pela primeira vez na Europa em 1991 no Studio des Champs – Elysées sob a direcção de Gabriel Garran.



Workshop “FOTOGRAFIA DE ESPECTÁCULO”, orientado pelo fotógrafo Pedro Soares

Vitiligo

Photobucket

Deixo aqui um texto enviado de uma amiga que gostaria que lessem e até passarem para outros amigos que possam ter este problema.

Aqui vai o texto:

Numa troca de e-mails surgiu a ideia de criar um local onde os portadores desta doença pudessem trocar testemunhos e experiências. Começaremos pelos nossos testemunhos, pois não temos problemas em assumir, embora seja uma doença que afecte psicologiamente as pessoas. Ela não tem qualquer outro efeito nocivo para além desse.

Penso que todos conseguem perceber o porquê de afectar psicologicamente. Numa Sociedade em que a beleza é Imperatriz, ter a pele cheia de manchas brancas não é agradável.

Ajudem a divulgar e partilhem este blog com quem tem o mesmo problema :) http://vitiligo-derma.blogspot.com/ Espero que esta iniciativa junte pessoas e as faça encontrar mais apoio para não se sentirem sós e desamparadas.

Obrigada a todos e um abraço!

Sandra Marques

BENEFÍCIOS FISCAIS - JUSTIÇA SOCIAL

Blog - Reposição dos Benefícios Fiscais

Eu Nuno de Sousa, tenho uma prima de nome Márcia com 11 anos que ficou deficiente num acidente de viação em que a sua mãe (minha prima faleceu nesse mesmo acidente, já no ano anterior a este acidente o seu pai tinha sido atropelado, neste momento é um ser quase vegetal, dependendo dos seus pais para sobreviver, embora tenho feito alguns progressos). Neste momento a Marcia está numa numa escola especial, mais propriamente na escola C.E.C.D - Centro de Educação para o Cidadão Deficiente, situada em Mira-Sintra (Sintra), onde poderia ficar para toda a sua vida, só que agora tudo se inverteu e como os apoios que o estado dava vão acabar, a escola vai ter de fechar por falta de apoio, ou seja centenas destas crianças vão ficar sem apoio quer na educação quer a nivel de subsistência e ajuda na sua vida futura, onde vão ter de sair desta escola para serem integradas numa qualquer escola normal onde nem professores nem as próprias escolas têm condições para as integrar nas melhores condições, a minha prima nem o seu nome sabe escrever, pergunto o que vai ser destas crianças, será isto a que chamamos uma país em vias de desenvolvimento? Ou será que é só um país para alguns?
É uma vergonha o que está a acontecer neste Portugal dos nossos dias, a estas pessoas que nada podem fazer e que ainda por cima são abandonadas por quem devia olhar por elas.
Grandes governantes nós temos.
Tenho vergonha.

Peço desculpa pelo meu desabafo.
Nuno de Sousa

Amigos, não custa nada. Dois ou três segundos.

-O Governo quer retirar benefícios fiscais às pessoas com deficiência.Assine e divulgue a petição do Movimento de Trabalhadores com Deficiência contra esta medida do governo. É só clicar aqui http://www.petitiononline.com/mtpd/petition.html

Passe a mensagem à sua lista de e-mails por favor.

ObrigadoMais informação em:

http://mtpd.blogspot.com/

http://opaisdoburro.blogspot.com/